Violência doméstica contra criança e o adolescente.

Violência doméstica contra criança e o adolescente.

É ainda na infância que o ser humano aprende sobre afeto e formação de identidade. O problema está quando essa criança convive em um ambiente de brigas e até mesmo sofre essas agressões que muitas vezes são cometidas pelos próprios pais.

O ambiente familiar é a base para o bom desenvolvimento da criança e do adolescente, é preciso ter uma atenção maior nessa fase já que é de descobertas. Se desenvolver em ambientes inapropriados pode vim a afetar seriamente não apenas o aprendizado, mas também o desenvolvimento físico e mental, gerando adultos agressivos, impacientes e com muitas dificuldades em conviver em sociedade.

Agressão doméstica tem um impacto muito grande em crianças e adolescentes. Existem quatro tipos de violência, a física, a sexual, a psicológica e a negligência. A negligência também é uma forma de agressão, já que a criança ou adolescente sofre privações de carinho, limpeza e até alimentação.

É notável quando há algum problema com crianças ou adolescentes. Geralmente são crianças quietas demais, com hematomas que não sabem explicar como surgiu, falta de higiene, e até crianças agressivas, pois esse modo de agir pode ser uma forma delas se protegerem.

A Lei da Palmada, é uma lei que rege sobre os cuidados da criança e do adolescente. Essa lei não tem a intenção de prender pais por dar palmadas em seus filhos, e sim fazê-los entender que educar pode ser uma tarefa feita com carinho e conversa.

Artigo por Colunista Portal – Educação – sexta-feira, 24 de junho de 2016.

Share